Eu sou legal porque é minha única arma

Sobre as famosas celebrity crushes e solidão negra.

Image for post
Janelle Monae bem mozão em “Moonlight”

A Jess é uma amiga incrível. É com ela que eu tenho as melhores conversas de Whatsapp nas quais a gente surta por causa de músicas que já têm mais de 20 anos e relacionamentos que não dão certo. É um dos lugares pra onde eu vou quando bate a famosa bad. E hoje ela bateu por um motivo relativamente idiota.

Você já parou pra pensar em quem é sua celebrity crush? Aquela atriz/aquele ator que virou mozão instantaneamente? (Tipo a Zoe Kazan ou o Harry Styles.)

Como pessoa ligeiramente (entre muitas aspas) ligada à cultura pop, eu tenho várias crushes em celebridades (e uma delas é sim o Harry Styles).

Pensei em todos os caras com os quais eu já fiquei na vida, ou desejei ficar, e nas ocasiões nas quais falamos sobre as celebridades mais mozões, e cheguei a uma conclusão bem disappointed but not surprised: todas elas são brancas. Isso fala uma coisa gigante sobre a solidão da mulher negra, e dela eu entendo bastante.

Uma coisa que temos que reconhecer é que em um mundo de Beyoncé, Rihanna, Lupita, Ruth Nega, Amandla Stemberg, Janelle Monáe e Zendaya sendo Mary Jane Watson, não é mais por falta de representatividade que a mulher branca ainda é o padrão. Então é por quê? Eu te digo o porquê. É porque a negra virou a badass. Virou a vitoriosa. Virou a que trabalha duro. Virou a que vence as batalhas contra o mundo. Virou a mulher-muralha. O que não deveria ser ruim, mas é, pois cria-se o mito da mulher que não tem tempo pra sua bullshit de homem porque tá resolvendo caô numa galáxia por aí. Cria-se o mito da mulher que não tem tempo pra coisa como amor ou sentimentos.

A mulher que estampa os filmes de comédia romântica ainda é a branca. São brancas as mulheres que têm os famigerados sentimentos. Porque a mulher branca pode se dar ao luxo de ser romântica.

Eu nunca pude me dar a esse luxo, e assim como amor próprio é um exercício diário que toda mulher (TODA mulher) precisa ter como compromisso consigo mesma, quando eu passo minha base e meu batom pra sair de casa bem barbiezinha, o que me vêm à cabeça ainda são as coisas horríveis que eu ouvi ao longo dos anos por causa da minha cor, do meu cabelo e do meu peso.

Eu escrevi no Twiter: você acha que eu sou legal porque tenho uma personalidade forte e contagiante? Amores, eu sou legal hoje porque ser legal sempre foi a única coisa que eu podia ser. E eu sei que muitas que estão lendo esse texto vão levantar a mão e dizer que também foram pessoalmente vitimizados pela obrigação de ser legal ou a você não era dado nem o benefício da dúvida.

Não fazer parte da categoria de mulheres que podem ter sentimentos faz você se questionar o tempo todo se o cara com quem você tá saindo não vai te largar pela primeira Saoirse Ronan que aparecer na frente dele, faz você se preocupar com cada piada que você faz e não pega, faz você se tornar insegura a ponto de terminar no relacionamento só pra não ter que lidar com isso. E dois meses depois o boy aparece namorando quem?

Ela mesma. Saoirse Ronan.

Você acha que não dá pra piorar? Bom, dá quando a Brie Larson vira a Capitã Marvel. E aí nem o papel de moça daora a gente tem mais, percebe? Quando saiu Jessica Jones e Star Wars: O Despertar da Força eu já cantei a bola de que as mulheres estavam começando a ser legais e incríveis nos quadrinhos, mas que elas ainda eram brancas. Minha personalidade forte que se cuide, as mulheres brancas estão cada dia mais badass e as celebrity crushes ainda mais completas.

Não me leve a mal, esse perfil no Medium ama as Saoirses, as Bries, as Kirstens. Mas esse perfil no Medium amaria mais se fosse dado às mulheres negras o direito de terem sentimentos.

Porque muralha dá muito trabalho de construir e ser legal é uma arma muito pesada de carregar. Acaba com as minhas unhas.

Disclaimer: esse é um texto relativamente bem humorado sobre o meu lado da solidão negra. Para textos mais sérios eu recomendo MUITO: (1), (2) e (3).

Written by

27 anos. Brasileira. Criadora de conteúdo, ilustradora e blogueira de comportamento e de esporte. http://linktr.ee/ddsaldanha

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store